GEAP diz que se tornou superavitária e está seguindo o que manda a ANS, intervenção continua e operadora implanta “solução de conflitos”.

0
1794

Depois de um período muito difícil, a Geap Saúde, administradora da maior parte dos planos de saúde dos servidores, garante que voltou a operar com superavit em suas constas e está atendendo todas as determinações da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que colocou a instituição sob direção fiscal.

Em nota enviado ao Blog, a Geap assegura que, desde o segundo semestre de 2016, vem desenvolvendo um trabalho técnico que restabeleceu sua saúde financeira. A operadora informa que o balanço de 2016, que será publicado em abril de 2017, virá em conformidade com o que é estabelecido pela agência reguladora.

“Na publicação, estarão disponíveis dados, informações e documentos relativos à situação administrativa, econômica e financeira da operadora. Ressalta-se que essas informações são monitoradas pela ANS, que instaurou, em 5 de dezembro de 2016, uma terceira direção fiscal, conforme foi publicado no diário oficial”, ressalta a Geap.

A operadora vai além: “É importante destacar que a atual direção fiscal ocorre devido ao não cumprimento do Programa de Saneamento Econômico-Financeiro pela gestão anterior. Atualmente, a diretoria executiva está empenhada em cumprir as metas e objetivos estabelecidos e, assim, garantir a sustentabilidade econômico-financeira, afim de manter a continuidade da prestação de assistência à saúde de seus beneficiários, revertendo os prejuízos das gestões anteriores”.

Previc diz que intervenção na Geap está no fim

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) garante que, depois de quase quatro anos sob intervenção, a Geap Previdência está muito perto de ser devolvida a seus participantes. Isso deve ocorrer em, no máximo, dois meses, depois de encerrado o processo eleitoral na fundação.

A Geap Previdência, supervisionada pela Previc, teve, no ano passado , superavit de R$ 810 milhões, o que reforça que o processo de saneamento deu resultados.

A Previc informa que é responsável apenas pela Geap Previdência. No caso da Geap Saúde, que administra os convênios médicos dos servidores, a responsabilidade pela fiscalização está a cargo da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). 

Previc prorroga a intervenção na Geap, que administra plano de saúde de servidores

A Previc, órgão responsável por regular e fiscalizar o sistema fechado de previdência complementar, prorrogou, hoje, por mais dois meses, a intervenção na Geap, fundação de administra os planos de saúde dos servidores públicos.

A situação da Geap ainda é considerada delicada, devido ao enorme rombo que acumula. O buraco já chegou a superar os R$ 300 milhões, devido à má gestão e ao aparelhamento político ao qual a instituição foi submetida. Primeiro, a Geap foi entregue ao PT. Agora, está dominada pelo PP. Os dois partidos estão envolvidos até o pescoço com a Lava-Jato.

A intervenção da Previc na Geap vem desde 2013. Ou seja, quatro anos depois a fundação ainda está mergulhado mo atoleiro.

Crédito: Vicente Nunes/Blog do Vicente/Correio Braziliense – disponível na web 28/01/2017

Conciliação: solução de conflitos ao alcance de todos

De um lado da tela, o beneficiário do plano de saúde descontente com uma negativa de procedimento, um cancelamento por inadimplência ou qualquer outra questão. Do outro, a operadora com uma resposta ou até mesmo uma solução rápida para o problema. No meio, uma terceira pessoa, neutra e imparcial, que ajuda a resolver a controvérsia e propõe um acordo que atenda o interesse das duas partes. Tudo com o auxílio do computador, sem sair de casa. Cenas como esta estão cada vez mais comuns e na maioria das vezes resolvem casos que poderiam passar anos em tramitação na Justiça.

A conciliação é um processo consensual breve, que oferece eficácia e rapidez na solução de conflitos e pode ser usada antes ou durante um processo judicial, a fim de facilitar um acordo entre as partes envolvidas.

A boa notícia é que, a partir de agora, os beneficiários da Geap podem contar com uma Câmara de Conciliação e Mediação. “Trata-se de uma novidade inteligente e moderna, que veio para facilitar o diálogo e contribuir para que os beneficiários possam sanar suas questões com mais rapidez, evitando o desgaste emocional e financeiro das partes”, disse o diretor-executivo da Geap, Artur de Castro.

Fazer uma conciliação é muito fácil – Basta ter um computador ou um smartphone e acessar este link https://app.vamosconciliarweb.com.br/iniciar/geap. Tudo começa no botão “Iniciar a conciliação”, no qual é necessário pontuar a demanda a ser resolvida e preencher os dados que serão encaminhados para um conciliador. Em seguida, haverá um diálogo via chat, oportunidade em que o cliente irá expor suas questões e seus interesses. O conciliador tentará resolver a questão.

Se as partes chegarem a um consenso durante o “chat”, será emitida uma declaração de acordo, que tem validade jurídica. A câmara de conciliação tem permissão do Judiciário porque atua como auxiliar ao trabalho desenvolvido pela Justiça, diminuindo o acúmulo de processos.

Vantagens da Conciliação:

  • Rapidez no encontro de soluções
  • Eficácia nos resultados
  • Garantia de privacidade e sigilo absoluto
  • Flexibilidade
  • Economia
  • Segurança jurídica
  • Imparcialidade do Conciliador
  • Facilidade de comunicação
  • Poder de decisão com as partes
  • Valorização da imagem da empresa
  • Aumento da satisfação dos beneficiários
  • Redução de custos judiciais.

Não existe restrição para o assunto a ser objeto da conciliação, os únicos casos que não podem ser feitos pela mediação e pela conciliação são de direito indisponível, intransigíveis, por exemplo, processos que envolvam crimes contra a vida (lei Maria da Penha e homicídio).

Fonte – página da internet da GEAP 28/01/2017

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!