Covid-19: Fiocruz alerta para possível avanço da variante XBB no Brasil

0
61
Covid: aumento de casos pode estar ligado a nova subvariante Kraken @ fernando zhiminaicela / Pixabay

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) emitiu uma nota de alerta na sexta-feira, 13, para um “aumento considerável” de possíveis casos da variante XBB da covid-19 no País. Em comunicado, a instituição brasileira destacou que a nova cepa tem se disseminado mundialmente, especialmente a linhagem XBB.1.5. (chamada de “Kraken”) nos Estados Unidos, associada a um aumento de hospitalizações pelo coronavírus no País.

Segundo comunicado, a Rede Genômica Fiocruz identificou um aumento de testes positivos de covid-19 sem a mutação que caracteriza a linhagem Ômicron BA.5 e suas subvariantes, que era vista em “praticamente 100% dos testes realizados”. Diferentemente da Ômicron (que tem uma mutação identificável em exames de diagnóstico), a XBB somente pode ser detectada por meio do sequenciamento genético.

As possíveis amostras com linhagens da XBB aumentaram de 5% do total analisado no início de dezembro para 15% na última semana daquele mês. “Considerando o cenário global da diversidade de variantes do Sars-CoV-2, os pesquisadores concluíram que o aumento de variantes sem essa mutação pode corresponder à linhagem XBB”, destacou a instituição.

A Fiocruz ressaltou, ainda, que dados de sequenciamento genômico detectaram duas amostras com a linhagem XBB.1.5, em São Paulo. “Entretanto, os dados genômicos de dezembro ainda são escassos, destacando a importância de ferramentas de inferência de variantes por PCR para a detecção precoce da mudança do perfil de circulação do vírus”.

Os testes de PCR analisados no relatório foram feitos por uma rede de laboratórios privada que colabora com a Fiocruz. O primeiro caso identificado no Brasil, em 5 de janeiro, é de uma mulher de 54 anos, moradora do município de Indaiatuba, interior de São Paulo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu em 4 de janeiro sobre o aumento de casos da XBB.1.5 na Europa e nos Estados Unidos. “A XBB.1.5, uma recombinação das sublinhagens BA.2, está aumentando na Europa e nos Estados Unidos, foi identificada em mais de 25 países e a OMS está monitorando de perto”, disse à época o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

OMS pede dados mais detalhados sobre situação de covid na China

China reporta grande aumento de mortes relacionadas à Covid-19

Crédito: IstoÉ Dinheiro co Estadão Conteúdo – @ disponível na internet 16/01/2023


Covid-19: Especialistas explicam até quando surgirão variantes

A pandemia provocada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) entra, em 2023, no terceiro ano. Apesar de ofertados gratuitamente, frascos e frascos de imunizantes correm risco de serem descartados devido à baixa procura pela vacinação contra a Covid-19, principalmente por aqueles que precisam tomar a dose de reforço recomendada pelas autoridades de saúde.

Com isso, variantes e subvariantes, como a XBB.1.5, recentemente detectada no país, não param de surgir. E milhares de novos casos ainda são notificados pelo mundo.

Para explicar o atual cenário da emergência sanitária, pesquisadoras do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) tiram dúvidas sobre transmissão, vacinação, sequenciamento genômico e notificação de casos.

Confira, abaixo, entrevistas especiais com as virologistas Marilda Siqueira e Paola Resende, ambas do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do IOC/Fiocruz, referência em vírus respiratórios para o Ministério da Saúde e em Covid-19 nas Américas para a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Desde o começo da pandemia, a equipe atua no diagnóstico e sequenciamento genético do Sars-CoV-2, na capacitação de profissionais do Brasil e de países latino-americanos e no desenvolvimento de pesquisas. Além de manter reuniões frequentes com profissionais do Ministério da Saúde e da OMS, os pesquisadores também contribuem para a resposta de saúde pública com a participação em diferentes grupos de pesquisa e comitês de especialistas.

Crédito: Maíra Menezes /IOC/Fiocruz – @ disponível na internet 16/01/2023

Leia: 

Virologista reforça importância da vacinação e da vigilância no atual momento da pandemia
Pesquisadora do IOC/Fiocruz que integra o grupo consultivo da OMS fala sobre a variante XBB.1.5 e escalada de casos de Covid-19 na China

Até quando surgirão novas variantes do coronavírus?
Uma das curadoras da principal plataforma de dados genéticos do Sars-CoV-2, pesquisadora explica a evolução do genoma do vírus

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.