Governo, queremos respostas às nossas reivindicações!

5
1002
@reprodução CONDSEF

As servidoras e servidores públicos federais estão unidos e querem respostas às suas reivindicações da campanha salarial no dia 16!

Governo, queremos respostas!

Logo no início do ano, apresentamos ao governo as nossas reivindicações, como recomposição salarial, equiparação dos benefícios entre os poderes, reestruturação de carreira e o revogaço de medidas que atacam os servidores e os serviços públicos. De lá pra cá, foram 4 reuniões da Mesa Central sem nenhuma resposta concreta por parte do governo, nem mesmo nas pautas sem impactos orçamentário.

Nos últimos dias 07 e 08 de novembro, fizemos uma expressiva jornada de luta, com atos e paralisações, exigindo respostas concretas do governo às nossas reivindicações. A próxima reunião da MNNP está marcada para esta quinta-feira, dia 16, e precisamos continuar a mobilização por respostas até lá!

A reunião acontecerá às 14h, no DNIT. Do lado de fora, estaremos mobilizados em uma grande manifestação por respeito aos servidores públicos, exigindo que o governo apresente respostas na mesa!

Acreditamos que apenas a nossa mobilização será capaz de garantir vitórias na nossa campanha salarial de 2024! Até lá, vamos fazer uma grande pressão na redes para que o governo apresente sua contra-proposta na reunião do dia 16. Compartilhe esse vídeo!!

Fonasef/Condsef – 16/11/2023

No início do ano, vivemos com certo entusiasmo a reabertura da Mesa Nacional de Negociação Permanente.

Bandeira defendida por nós durante os anos sombrios dos governos Temer e Bolsonaro.

Foram 07 anos de ataques e nenhum diálogo com os servidores públicos federais.

O Governo Lula recebeu a nossa reivindicação de recomposição salarial, protocolada junto ao Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

Apresentamos também a nossa demanda histórica de equiparação dos auxílios entre os distintos poderes.

Apresentamos oficialmente a lista de medidas dos (des)governos Temer e Bolsonaro que precisam ser revogadas.

Essas reivindicações, sequer possuem impacto orçamentário.

Governo, queremos respostas às nossas reivindicações.

 

5 Comentários

  1. Que Deus esteja junto com aqueles que vão nos representar diante deste governo, dando sabedoria e que o governo veja essa real situação do funcionalismo público hoje e que sejamos reconhecidos como valorosos no que fazemos, fizemos e ainda aqueles que ainda está por fazer na ativa.

  2. É muito triste ter que está brigando por reajuste salarial, isso é um direito da classe trabalhadora desse Pais, exigimos que nossos direitos sejam atendidos. Já não temos assistência médica, estamos casa vez mais perdendo as nossas conquistas. Passa-se anos e nossas expectativas de melhorias vão diminuindo, até quando vão nos respeitar nossa dignidade. Pois é, e para o aposentado o sofrimento é pior.

  3. Que os servidores são importantíssimo para o sistema funcionar isso não é discutível, mas o que se questiona é o motivo das reivindicações só vir ocorrer agora, e não ocorrera em nenhum momento do Governo Facista de 2016 a 2022. Há água nesse Leite. São os servidores partidários?

  4. Os Governos Federal ,incluindo o atual. Não respeita nem valoriza o Servidor Público estatutário. As benesses são destinadas para os chamados ” cargos de DAS” temporários e políticos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!