Presidente do Inmetro recebe prêmio internacional de metrologia legal

1
1321

O presidente do Inmetro, Carlos Augusto de Azevedo, foi agraciado, na última quinta-feira (11/10), com o prêmio CEEMS (Countries and Economies with Emerging Metrology Systems), oferecido pela Organização Internacional de Metrologia Legal (OIML). O anúncio foi feito durante o 53º Encontro<http://hamburg.oiml.org/ciml.html> do Comitê Internacional de Metrologia Legal, que aconteceu entre os dias 9 e 12 de outubro em Hamburgo, na Alemanha.

A premiação, instituída em 2009, destina-se a reconhecer e a homenagear iniciativas inovadoras e de alto impacto para a metrologia legal em países em desenvolvimento. É a primeira vez que um brasileiro é contemplado.

A escolha do presidente do Inmetro é resultado da implementação das Unidades Básicas de Fiscalização Fluvial no Amazonas, que possibilitou que as atividades de fiscalização metrológica e de avaliação da conformidade chegassem de forma mais ágil e consistente a 61 municípios do Estado, muitos deles com acesso exclusivo por meio dos rios. “Prover metrologia legal significa garantir cidadania às populações ribeirinhas, combatendo a fraude e promovendo o justo comércio”, afirmou Azevedo.

A primeira UBFF<http://www.inmetro.gov.br/noticias/verNoticia.asp?seq_noticia=4126> foi inaugurada em junho de 2017 e conta com três laboratórios – de Pré-Medidos, de Saúde e de Cronotacógrafos – e um Telecentro. Em junho de 2018, foi inaugurada a segunda unidade<http://www.inmetro.gov.br/noticias/verNoticia.asp?seq_noticia=4360>, que, além das fiscalizações típicas dos órgãos delegados do Inmetro no âmbito da metrologia legal e da avaliação da conformidade, também é utilizada para desenvolvimento de pesquisa científica básica e aplicada em qualidade da água e alimentos.

O 54º Encontro do Comitê Internacional de Metrologia Legal acontecerá na Eslováquia, em 2019, e o presidente do Inmetro foi convidado a participar e apresentar a iniciativa vencedora do prêmio.

Fonte: Divisão de Comunicação Social (Dicom) do Inmetro 13/10/2018

1 Comentário

  1. Parabéns ao Professor Azevedo por essa iniciativa necessária e corajosa, parabéns pelo reconhecimento aos bons serviços prestados ao cidadão ribeirinho, amazonenses e até mesmo dos países vizinhos que verão na atuação das estações fluviais a elevação do patamar da qualidade de suas vidas, de suas cidadanias; espero e desejo que o projeto perdure, dê bons frutos e que sirva de exemplo para outros órgãos, até mesmo em nível de apoio e participação neste projeto. Parabéns professor Azevedo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!