Inmetro fiscalizou em 2020 mais de 320 mil bombas de combustível e em 2019 mais de 415 mil

0
341

Mesmo com a pandemia, Inmetro fiscalizou quase 320 mil bombas de combustível em 2020 . Em 2019, número chegou a mais de 415 mil bombas em todo o Brasil

No ano de 2020, o Inmetro fiscalizou quase 320 mil bombas de combustível em todo o Brasil.

Por meio de seus órgãos delegados, foram verificadas 318.689 bombas: destas, 296.808 foram aprovadas (93,13%) e 21.881 (6,87%) foram reprovadas, seja por mal funcionamento ou adulteração dos componentes de medição.

As ações se desenrolaram por todas as regiões e estados, com 167.940 (52,7%) verificações na Região Sudeste, 69.600 (21,8%) no Nordeste,28.629 (9%) no Sul , 21.198 (6,65%) no Norte e 20.162 (6,32%) no Centro-Oeste. Em 2019, antes da pandemia que restringiu os trabalhos por alguns meses, o número chegou a 416.522 bombas fiscalizadas. 

A fiscalização de bombas de combustíveis sempre foi uma prioridade do Inmetro e seus órgãos delegados, ajudando a combater fraudes que tanto prejudicam os consumidores, analisa o Presidente do Inmetro Marcos Guerson de Oliveira Junior.

Para o futuro, está previsto um reforço de peso na luta contra as fraudes: a certificação digital de bombas de combustíveis de todo o País.   

O objetivo dessa iniciativa é dificultar a ocorrência de fraudes eletrônicas que adulteram o volume do combustível entregue ao consumidor.

Essas fraudes superam os R$ 20 bilhões por ano, segundo levantamento do setor.

Além de ser uma eficiente ferramenta de fiscalização para o Inmetro e os demais órgãos de monitoramento de mercado, a certificação digital permitirá que o próprio consumidor confirme que está levando a quantidade de combustível pela qual pagou na hora do abastecimento, por aplicativo em seu celular.   

“Estamos construindo o INMETRO 4.0, e uso intensivo da tecnologia da informação na fiscalização dos produtos controlados pelo instituto é o diferencial que estamos construindo”, completa Marcos Heleno.

Fonte: https://www.gov.br/inmetro/pt-br/assuntos/noticias/mesmo-com-a-pandemia-inmetro-fiscalizou-quase-320-mil-bombas-de-combustivel-em-2020

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.