Inteligência artificial: “Fará muitas pessoas ricas”. Meta anuncia novas ferramentas

0
209
Anúncio segue uma "onda" de oferta de ferramentas de IA por parte das "Big Techs" Reprodução

Instagram e WhatsApp com inteligência artificial: Meta anuncia novas ferramentas

Na corrida para o futuro, ninguém quer ficar para trás. Principalmente quando se trata da última grande tendência entre as “Big Techs”: a inteligência artificial.

Após a OpenAI agitar o mercado (e o público) com o ChatGPT, empresas como a Microsoft e o Google anunciaram uma série de novidades com a tecnologia, propondo melhorar, por exemplo, a experiência com os seus motores de busca.

Seguindo a corrente – que parece não ter volta atrás – Mark Zuckerberg anunciou a criação de um time dedicado ao desenvolvimento de “produtos de alto nível focados em Inteligência Artificial”.

Em um comunicado divulgado em seu perfil do Facebook nesta segunda-feira (27), o CEO da Meta disse estar focado em “criar experiências agradáveis” com a tecnologia. No entanto, os resultados não devem ser tão rápidos.

Sem definir um prazo de lançamento, Zuckerberg explicou que os times estão testando experiências de texto, com os bate-papos do WhatsApp e do Messenger, e de imagem, com filtros no Instagram e formatos de anúncio.

Vídeo e “experiências multimodais” também devem entrar no escopo de pesquisa e desenvolvimento das futuras ferramentas de IA.

Na postagem, Zuckerberg ainda esclareceu a divisão de esforços dos seus times. Em um primeiro momento, vão se concentrar na construção de ferramentas “criativas e expressivas”. Mais adiante, a ideia é desenvolver “personas de IA que podem ajudar as pessoas de várias maneiras”.

O executivo ainda reconheceu que há muito trabalho a ser feito pela frente, mas disse estar entusiasmado com as “coisas novas que construiremos ao longo do caminho”.

Corrida pela tecnologia

Microsoft, Google e outras empresas de tecnologia estão correndo para implantar chatbots com inteligência artificial em seus mecanismos de busca e outros produtos, com a promessa de

No entanto, diversos erros e divergências têm sido apontados pelos usuários.

A Microsoft disse no último dia 16 que está procurando maneiras de controlar seu chatbot Bing com inteligência artificial depois que vários usuários destacaram exemplos de respostas com erros nesta semana, incluindo comentários de confronto e “fantasias” preocupantes.

O bot chamou um repórter da CNN de “rude e desrespeitoso” em resposta a um questionamento e escreveu um conto sobre um colega sendo assassinado.

Já o Google também não teve muito sucesso. Antes mesmo de ser lançada, a tão esperada nova ferramenta de chatbot de IA do Google, Bard, se envolveu em polêmica após produzir uma resposta imprecisa em uma demonstração nesta semana.

As ações da Alphabet, controladora do Google, acabaram caindo 7,7%, eliminando US$ 100 bilhões de seu valor de mercado, depois que a resposta imprecisa de Bard foi relatada pela primeira vez.

Crédito: Flávia Martins / CNN – @ disponível na internet 01/03/2023


Criador do ChatGPT diz que inteligência artificial “fará muitas pessoas ricas”

Sam Altman, CEO da OpenAI, ainda afirmou que a inteligência artificial será “a maior força para o empoderamento econômico” do mundo

Provavelmente não há pessoa mais otimista e empolgada com o desenvolvimento da inteligência artificial em diversos setores da sociedade do que o CEO da OpenAI, Sam Altman.

Criador do ChatGPT – uma das principais IA’s do mundo – o empreendedor afirmou em um tuíte que a inteligência artificial será “a maior força para o empoderamento econômico e que deixará muitas pessoas ricas

Em resposta ao comentário de um usuário que questionou como as IA’s podem alavancar o crescimento econômico, Sam afirmou que “uma única pessoa com uma inteligência artificial como o ChatGPT pode fazer o mesmo trabalho que uma equipe de cinco”.

Respondendo outro questionamento, dessa vez sobre o futuro das IA’s, o criador admitiu que ainda não é possível entender como será exatamente a aplicação da inteligência artificial, mas que as tecnologias vão “evoluir junto com a sociedade.”

O otimismo de Sam Altman não é exagerado. Nos últimos meses, o ChatGPT vem ganhando relevância ao elaborar de forma precisa e bem escrita desde uma redação para faculdade até uma linha de programação.

Aplicação do ChatGPT

A inteligência artificial criada por Sam Altman já começa a ganhar aplicação real em diversas áreas, como a medicina.

O desempenho do ChatGPT chamou a atenção do médico Victor Tseng, dono da clínica Ansible Health, nos EUA. Tseng é coautor de um estudo que demonstra a capacidade do ChatGPT de passar em exames de admissão em medicina.

Em entrevista à CNN, o médico contou que seus colegas começaram a testar o ChatGPT em 2022 e ficaram intrigados quando o programa diagnosticou com precisão pacientes fictícios em cenários hipotéticos.

“Ficamos tão impressionados com a eloquência e o tipo de fluidez de sua resposta que decidimos usá-lo em nosso processo formal de avaliação e testá-lo com a referência do conhecimento médico”, disse.

A prova de admissão em medicina, considerada uma das mais difíceis dos EUA, foi aplicado em três partes e testa conhecimentos derivados como ciência, biologia, gestão de casos, raciocínio clínico e pensamento crítico.

O resultado do ChatGPT impressionou: a IA acertou quase todas as respostas do exame, “mostrando um alto nível de concordância e percepção em suas explicações”, escreveu o estudo de Tseng.

Descrições sob medida

Outra área que está utilizando o ChatGPT para otimizar o trabalho é a corretagem de imóveis.

Em entrevista à CNN, o corretor de imóveis JJ Johannes admitiu que utiliza a tecnologia para criar descrições das casas que vende em menos de cinco segundos – apenas digitando palavras-chave na ferramenta.

O corretor afirma que antes, levava mais de uma hora para escrever uma boa descrição.

Outros corretores afirmaram à CNN que a inteligência artificial mudou a maneira como trabalham, facilitando atividades que vão desde redação de documentos até posts nas redes sociais.

Afinal, como funciona o ChatGPT?

O ChatGPT, ou Chat generative Pre-Treated Transformer, é uma ferramenta de processamento de linguagem natural impulsionada por inteligência artificial.

Criada pelo programador Sam Altman, CEO da OpenAI, a tecnologia é alimentada por programadores com uma quantidade massiva de dados da internet, que são armazenadas dentro de um servidor.

A tecnologia interage com o usuário de forma realista e precisa, realizando diversas atividades. o ChatGPT pode escrever redações, compor músicas, criar linhas de programação e até responder questionamentos científicos complexos.

Atualmente a IA está em fase de testes e disponível de forma gratuita. Para testar a ferramenta, basta criar uma conta com login e senha neste site.

Crédito: Natanael Oliveira / CNN – @ disponível na internet 01/03/2023

Sam Altman (esq.) e ChatGPT (dir.)
Getty Images

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!