Reinaldo Ferraz nos deixou

4
738
@reprodução internet

Faleceu ontem (09), em Brasília, Reinaldo Dias Ferraz de Souza, que por muitos anos representou o MCTI no Conmetro. No MCTI ocupou vários cargos, durante os quais sempre apoiou o Inmetro, do qual era grande entusiasta e defensor.

Reinaldo Dias Ferraz de Souza, conhecido por nós como Reinaldo Ferraz, foi um grande apoiador e defensor do Inmetro, desde seu tempo na Secretaria de Tecnologia Industrial (STI) do Ministério da Indústria e Comércio (MIC), por todo seu período à frente da Coordenação Geral de Serviços Tecnológicos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e, mais recentemente, como um dos consultores para a elaboração da Política Nacional de Infraestrutura da Qualidade (PNQI).

Mais do que um apoiador, por meio de recursos de vários programas e projetos coordenados por ele no MCTI, era um provocador, um instigador da reflexão sobre a tecnologia industrial básica, agora infraestrutura da qualidade. Se alguns de nós temos completa lucidez do papel, da importância e da inserção do Inmetro nacional e internacionalmente, devemos isso a ele, em discussões às vezes acaloradas, mas repletas de informações, dados, conceitos e tendências. Trabalhar e conversar com ele era sempre uma experiência intensa e muito rica.

Era profissional sério, responsável, comprometido, e estimulava e ensinava sempre, com muito bom senso, dono de generosidade, inteligência e sagacidade invejáveis. Colegas já falaram que ele foi um farol e uma inspiração… é verdade que com um pouco de ousadia e atrevimento…

O Inmetro deve a ele não só muitos dos equipamentos hoje instalados no campus, mas, principalmente, a oportunidade de inúmeras discussões sobre metrologia científica e legal, normalização, regulamentação e avaliação da conformidade, sem esquecer barreiras técnicas ao comércio.

Seremos eternamente gratos a Reinaldo Ferraz, que deixa um legado para os que tiveram oportunidade de conviver com ele.

Que o reconhecimento do Inmetro contribua para que seus filhos, Eduardo e Ana Cecília, encontrem forças para enfrentar sua ausência.

  • Reinaldo Ferraz será cremado e as cinzas encaminhadas para sua cidade natal São Lourenço/MG
  • O velório será hoje de 10h às 12h no Cemitério Campo da Esperança (Área Especial Para Cemitério – Asa Sul de Brasília,DF) 

Seus amigos do Inmetro e do MCTI 10/03/2023


REINALDO DIAS FERRAZ: morre criador dos programas TIB, PBQP e RHAE   www.instagram.com/p/CplS-pIJfnt/?igshid=MDJmNzVkMjY=

 

4 Comentários

  1. Perdemos Reinaldo Ferraz, um funcionário público “à moda antiga”, competente, sagaz, vibrante e dedicado. Conhecia a priori e no detalhe o impacto de uma política pública de C, T&I no cenário do Brasil. Quando coordenador Geral da Política Tecnológica Industrial, do MCTI, foi o mentor e liderou o Programa de Tecnologia Industrial Básica, o TIB. Conheci-o nessa época em uma reunião no INT, quando todos se preparavam para participar do projeto METRORAD. Na época, 1998-2003, Diretora do IRD/CNEN, entendia que só as atividades de metrologia seriam contempladas nesse projeto. Reinaldo, com aquela clareza, confiança e doçura, logo me disse: O IRD é na sua essência e missão uma instituição TIB! É a instituição TIB da tecnologia nuclear. Todas as suas atividades serão contempladas neste projeto. A partir daí não mais me desliguei da sua grande orientação. Foi o mentor de toda uma mudança de paradigma implantada no IRD, com melhoria de laboratórios, treinamentos, sistemas de gestão de qualidade. O seu grande legado está lá, muito embora muitos “aprendizes de feiticeiro” tenham tentado desviá-lo de sua grande missão. Reinaldo sabia claramente o papel e importância do IRD no cenário da tecnologia nuclear; neste momento atual de discussão sobre a localização do IRD dentro ou fora da Autoridade Nuclear, está faltando a luz do farol Reinaldo!!!
    Mas não era só conhecimento, competência e visão! Reinaldo tinha clareza de raciocínio, um português maravilhoso, conseguia passar as informações facilmente com firmeza e doçura. Muito aprendi com ele, meu grande mentor, mas um ser humano maravilhoso, um colega, um amigo, profundamente triste, RIP.
    Eliana Amaral

  2. Inesquecível para o Inmetro e para os profissionais que com ele conviveram. Nas reuniões em que participávamos, inúmeras, tinha sempre a palavra certa, sintetizada com sabedoria, ponderação e lógica.
    O Sinmetro tem a sua marca.
    Reinaldo Ferraz, missão cumprida.
    Abraço

  3. O Brasil perdeu ontem uma das personalidades mais atuantes na área da Tecnologia Industrial Básica

    “O Inmetro deve a ele não só muitos dos equipamentos hoje instalados no campus, mas, principalmente, a oportunidade de inúmeras discussões sobre metrologia científica e legal, normalização, regulamentação e avaliação da conformidade, sem esquecer barreiras técnicas ao comércio.”

    Reinaldo Ferraz ficará para sempre em nossa memoria

    Sérgio Ballerini

  4. Quanta saudade deixa Reinaldo Ferraz.
    As palavras escritas da Asmetro sintetizam realmente todo o trabalho e o engajamento deste amigo e grande parceiro no desenvolvimento do Inmetro.
    Vá em paz e que Deus dê força aos seus entes queridos para aceitação desta separação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!