Servidores terão marcha e reuniões com Ministério da Gestão na semana

0
92
@Criação O Globo

Servidores e empregados públicos da base da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) participam, na próxima quarta-feira (22/5), da Marcha da Classe Trabalhadora convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais, em Brasília (DF).

A manifestação defende, entre outras pautas, o projeto de lei complementar (PLC) 12/2024, do Poder Executivo, que trata dos direitos dos motoristas por aplicativos, a valorização do salário mínimo e das aposentadorias, a correção da tabela de Imposto de Renda (IR) e a igualdade salarial entre homens e mulheres.

Além da pauta central, os servidores públicos deverão levar para a marcha as suas reivindicações específicas. Entre elas, destacam-se o arquivamento da proposta de emenda à Constituição (PEC) 32/2020, da reforma administrativa, proposta pela gestão Jair Bolsonaro (PL). Eles alegam que a proposta “destrói os serviços públicos”.

Reuniões com categorias de servidores

Esta semana, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), que coordena as negociações com as carreiras, vai realizar novas reuniões de mesas setoriais.

Estão confirmadas reuniões na terça (21/5), da mesa do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE) e planos correlatos, às 11h, e da carreira da Previdência, Saúde e Trabalho, às 16h. A expectativa é de que o governo já possa apresentar retorno da pauta protocolada na última semana.

Servidores do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e Ciência e Tecnologia tiveram reuniões onde o MGI se comprometeu a apresentar uma proposta remuneratória que as categorias possam avaliar.

Outras carreiras, como as da área ambiental, realizaram assembleias onde a maioria rejeitou proposta do governo e contrapropostas foram enviadas ao governo para reanálise.

Também em junho estão confirmadas instalações das mesas setoriais da Abin (11/6) e da Tecnologia Militar (25/6).

Crédito: Flavia Said / Metrópoles – @ disponível na internet 21/5/2024

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!