Em meio à pandemia, Geap reajusta mensalidades dos planos de saúde: Aumentos de 5% a 45,58%

5
271
Os aumentos nos planos de saúde da Geap Autogestão, maior operadora do funcionalismo, vão de 5,50% a 45,58%. Os valores, em 2021, ficarão entre R$ 908,31 a R$ 2.904,88 para quem tem 59 anos ou mais  
 

Quem tem filho jovem ou adolescente, de 18 a 23 anos, além dessa cota mensal obrigatória, vai desembolsar mais, dependendo do tipo de plano, entre R$ 206,96 a R$ 348,41. Se tiver mais um dependente entre 0 a 18 anos, o servidor terá que arcar com mais R$ 179,71 a R$ 302,47.

No aviso enviado aos beneficiários, a Geap avisa que os valores das contribuições serão aplicados a partir de janeiro de 2021, para “pensionistas, titulares, dependentes e grupos familiares, a critério da Diretoria Executiva”. A contrapartida do patrocinador será deduzida – entre R$ 101,56 e R$ 205,63.

Entre outros motivos para o salgado aumento, a Geap explica que os cálculos foram feitos “com base em estudos atuariais, visando assegurar o equilíbrio econômico-financeiro, a solvência e a liquidez das operações e da própria fundação” e lembra que, por decisão da Agência Nacional de Saúde (ANS), houve suspensão dos reajustes de setembro a dezembro de 2020.

Esse percentuais não cobrados esse ano. serão incorporados nesse agora estabelecido para 2021. O comunicado é assinado pelo presidente do Conselho da Administração (Conad), Thiago Meirelles Fernandes Pereira.

Crédito: Vera Batista/ Correio Braziliense – disponível na internet 29/09/2020

5 Comentários

  1. Eu vejo o Plano Geap Saúde Vida sem coparticipacão, Geap Referência, e Geap para Você plano Estadual que não tem na Bahia, é o que está mostrando, a não ser que alguém tenha uma outra explicação, boa noite.

  2. Um absurdo um plano de saúde que foi criado com a finalidade de atender o servidor, ter índices de aumento tão elevados quando se sabe que o mesmo servidor não tem aumento salarial há alguns anos e tem uma contra partida baixíssima do governo federal, será que a finalidade é tomar o salário do servidor, nessa avaliação para aumentos do plano não tem ninguém pra defender o servidor, esses gestores da GEAP estão querendo matar o servidor de fome, em janeiro estarei pagando R$5.800,00 só pra mim e minha esposa mais de 50% do meu salário. Que país é este não tem ninguém pra ver esse assalto.

    • Nilton
      Lembrando que os contratos da GEAP e o da SULAMERICA (Aliança/Qualicorp) vinculados aos servidores do Inmetro são gerenciados e tem suas negociações realizadas pelo SESAO-COGEP.

      Já os contratos da Unimed-Rio e o da ASSIM são pelo ASMETRO-SN

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!