Crítica ao estudo da CNI que distorce dados do funcionalismo no Brasil

0
121

O serviço público brasileiro não tem excesso de pessoal, como reconhece a Nota
Econômica nº 15/2020. Temos 12,5% de empregados no setor público, contra 21,1%
na média da OCDE. Ou seja, possuímos déficit de pessoal na comparação com países
que prestam mais serviços à sua população.   

Afirma-se que as despesas com servidores públicos ativos e inativos no Brasil alcançam
13,4% do PIB, enquanto a média da OCDE seria de 9,9% do PIB. O equívoco está no
fato de que a estatística citada, da base de dados do Fundo Monetário Internacional –
FMI, se circunscreve aos servidores públicos em atividade, não incluindo aposentados.

Além desse erro grosseiro, a CNI desconsidera que os dados do FMI não são bem
padronizados, distorcendo a comparação entre países. Enquanto no Brasil as despesas
intra-orçamentárias (contribuição do governo aos Regimes Próprios) e a imputação
contábil do déficit previdenciário inflam os gastos com pessoal apresentados ao FMI,
na maior parte dos países da OCDE isto não é feito. Sem as imputações, o gasto com
servidores ativos no Brasil está no mesmo patamar do que a média da OCDE. 

Na questão salarial, os números da CNI se reportam a outra instituição multilateral, o
Banco Mundial, em particular a um estudo também repleto de inconsistências
metodológicas. A realidade é que 93% do funcionalismo brasileiro está no Poder
Executivo, com média salarial de R$ 4.200,00   

Cabe lembrar que, com base na cesta mais cara, que, em setembro, foi a de
Florianópolis (R$ 582,40), o DIEESE estima que o Salário Mínimo Necessário, na qual
deveria ter sido equivalente a R$ 4.892,75, o que corresponde a 4,68 vezes o mínimo
vigente de R$ 1.045,00. O cálculo é feito levando em consideração uma família de
quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças. Em agosto, o valor foi estimado em
R$ 4.536,12 ou 4,34 vezes o piso vigente.

Leia a íntegra do estudo do DIEESE >>>  dieese-critica-ao-estudo-cni-que-distorce-dados-funcionalismo-brasil-864 


Saiba mais >>>

Brasil gasta mais que países desenvolvidos com salários de servidores, diz CNI – www.metropoles.com/brasil/servidor-brasil/brasil-gasta-mais-que-paises-desenvolvidos-com-salarios-de-servidores-diz-cni   

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!