“Diversidade cultural e criatividade”

0
34

Motivado pela proximidade dos 20 anos da promulgação da Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural da UNESCO, o objetivo do presente trabalho foi apontar caminhos para fortalecer a promoção da diversidade por meio da valorização da criatividade, tendo o debate curricular como nosso eixo.   

Essa ênfase temática advém do terceiro princípio da Declaração, intitulada “Diversidade e Criatividade”.   

Ressaltamos a força deste princípio para se pensar as complexas formações e relações sociais que se desenham na contemporaneidade, assim como sua potência para dialogar com a criatividade e desafiar estereótipos e preconceitos.   

Fundamentamos nosso pensamento a partir dos aportes de estudos da diversidade cultural, da criatividade e do currículo.   

Defendemos o fortalecimento do debate sobre uma educação cada vez mais vocacionada para acolher a diversidade cultural por meio de práticas educacionais criativas, assim como projetos curriculares que as apoiem e legitimem.   

Finalizamos com reflexões sobre a necessidade de se ampliar os estudos sobre essa questão, assim como sinalizamos o protagonismo da educação e de seus atores para propiciar avanços reais nesse campo.

fonte: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/54549

leia a íntegra do artigo >>> “DIVERSIDADE CULTURAL E CRIATIVIDADE”

Edson Miyata, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.
Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisador-tecnologista em Metrologia e Qualidade do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia e professor dos cursos de MBA e de graduação da Universidade Estácio de Sá

Maria Vitória Maia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.
Doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e professora Associada da Universidade Federal do Rio de Janiero em Psicologia da Educação.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!