Protetores de Animais: Retrospectiva 2022 e 2023 que começa – desafios e vitórias!

1
251
Homenagem do ASMETRO-SI ao GRUPO de PROTETORES DE ANIMAIS do Inmetro por sua dedicação e proteção dos animais do Campus “Dr. Armênio Lobo da Cunha Filho” 15/12/2022 na entrega dos kits de natal

2022 foi um ano repleto de acontecimentos desafiadores e emocionantes. Nosso trabalho cresceu em quantidade e intensidade e novos Protetores chegaram doando tempo, amor e recursos inestimáveis. Relatamos a seguir os fatos mais marcantes de 2022 e do início de 2023:

Resgates, salvamentos e adoções:

  1. Canjica: Sem dúvida todos se lembram do atropelamento do Canjica, em um final de semana. Graças à ação rápida dos protetores, ele foi levado a tempo para a clínica onde passou por cirurgia e foi salvo. Mas esse sapeca logo nos deu outro susto! Com as defesas baixas, foi acometido de séria infecção no final do ano. Foi internado duas vezes e agora está em recuperação, sendo assistido da melhor forma que podemos (todos os medicamentos, acompanhamento veterinário, alimentação e cuidado de Protetores que ficam o tempo todo de olho!).
  2. Caramelo: quem não se lembra do cachorrinho desnutrido e muito fraco? Graças à união de todos, foi levado à clínica, onde foi diagnosticado problema renal crônico. Recebeu os primeiros cuidados e, com recursos dos Protetores, segue hospedado com atendimento especializado. Quase não dá para reconhecer, pois recuperou o peso e agora está feliz!
  3. Boneca e filhotes: a Boneca (da ninhada da Big de 2021) não é residente do Campus, mas aqui sentiu segurança para ter seus 5 filhotes. Mas por ser muito arisca, se escondeu embaixo de uma rampa de difícil acesso. Foi uma verdadeira operação de salvamento! Boneca e filhotes foram resgatados e tratados por uma super Protetora. Passam bem, e os filhotes foram todos adotados!
  4. Preta – quem disse que apenas filhotes são adotados? A nossa linda Pretinha foi adotada por um Protetor e agora segue sendo muito mimada!
  5. Pretinha 2 – a cachorrinha apareceu no Campus nos últimos dias de gestação. Teve os primeiros cuidados aqui e logo recebeu o carinho de uma Protetora, que levou mamãe e os 5 bebês para casa. Passam muito bem enquanto aguardam lares definitivos.
  6. Lobinho – nosso amado Lobinho é um espírito livre…chegou a ser adotado mas preferiu voltar…depois de muitas buscas (pois andou um tempo sumido e andando pelas ruas de Xerém) foi localizado ferido (provavelmente atropelado), resgatado e levado à clínica. Está se recuperando na casa de uma Protetora até poder retirar as talas.
  7. Gatinhos laranja – nem só os cães ocupam nossa atenção! Três gatinhos recém-nascidos foram recentemente abandonados no Campus, dois deles com ferimentos sérios. Infelizmente o mais ferido não resistiu, mesmo com o rápido atendimento. A boa notícia é que os dois irmãozinhos sobreviventes foram adotados e passam muito bem!

Castrações:

Conseguimos avançar nesse projeto! Canjica, João e Suzana passaram bem pela cirurgia. Suzana ainda está em recuperação (hospedada em lar temporário).

Desafios para 2023:

Se 2022 foi um ano em que a nossa rede de Proteção cresceu, 2023 chega cheio de desafios.

Os recursos financeiros (e de tempo) são limitados, e muitas vezes precisamos de resgate e transporte rápido dos protegidos, o que nem sempre é possível. O tempo dos Protetores é muito restrito em função do trabalho, pois só temos o intervalo do almoço, e dependemos dos horários dos ônibus.

Alguns desafios a serem vencidos em 2023:

– obter maior apoio institucional no suporte à distribuição de ração, vigilância do bem estar dos animais (cães, gatos, tartarugas, peixes, fauna silvestre) e ações para garantir assistência nos horários sem expediente, feriados e finais de semana (fundamental para casos em que há algum animal tomando medicação contínua);

– busca de parcerias com ONG, veterinárias e hospitais para promover a adoção responsável (sim, nosso sonho é ter lares para todos os Protegidos), campanhas de vacinação, redução de custos de consultas, tratamentos e cirurgias.

Agradecemos a todos os Protetores, aos adotantes e provedores de lares temporários!

Quanto maior o nosso grupo, mais poderemos proteger!

Quer adotar um Protegido? Só falar com a gente!

Faça parte do Grupo de Protetores!

Escreva para grupoprotetores@gmail.com ou procure a secretaria do ASMETRO-SI.

Doações de medicamentos, caixas de transporte, coleiras, guias, potes etc., são super bem-vindas!

Doações em dinheiro podem ser feitas via PIX – esmiyata@yahoo.com.br ou via depósito na conta poupança Banco Santander (033)/ Agência: 3530 /Conta Poupança: 60-022507-1

Ana Cristina Follador – Protetores 22/01/2023

 

1 Comentário

  1. Bela história dos protetores dos animais do Inmetro, transformando a instituição da área técnico científica em área social e humana. Lembrei quando fui chamado por Armênio Lobo então diretor do Instituto Nacional de Pesos e Medidas , o INPM, origem do Inmetro, quando da instalação do instituto em Xerém , para responder inicialmente pelos laboratórios de termometria, densímetros e manometria e posteriormente como coordenador do Setor de Normas e Especificações (SNE) , isto é, no início das atividades, via pelas janelas, ele admirando a natureza do Campus que hoje tem seu nome , finalmente como homenageado, homem de visão metrológica e humana que tinha ao povoar a área, com pássaros comprados na feira de Acari, para serem libertados no ambiente verde que cercava o prédio 22, o início de tudo. Um vez , em conversa, em uma época em que não existiam ainda as leis ambientais , dizia eu que aqueles pássaros eram ilegalmente comercializados , apreendidos por comerciantes que viviam daquela atividade , e em resposta , ouvi que era um fato, e por isso mesmo, ele fazia questão de povoar a área com os pássaros que seriam possivelmente nativos. de lá. Boas lembranças, belos gestos, e assim parabenizo essa turma de bom coração , que sabem que dá vida pouco se leva , a não ser as boas ações …..

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.