Acidente de Consumo: Anunciado recall de quase 5 milhões de cadeiras de bebê Fisher-Price após mortes de 30 bebês

0
160
 

No dia 5 de abril, a comissão emitiu uma advertência sobre o produto, citando a morte de 32 crianças desde 2009, ano do início da comercialização do produto, “após os bebês virarem de cabeça para baixo ou de costas, quando não estavam atados” pelo cinto de segurança da cadeira, destaca a France Presse.

 
Fabricante decide recolher cadeiras de ninar após morte de 30 bebês
Fabricante decide recolher cadeiras de ninar após morte de 30 bebês

Segundo a Fisher-Price, a comissão pediu aos consumidores para deixarem de usar a cadeira a partir dos 3 meses de vida, ou “assim que os bebês começarem a se movimentar sozinhos”.

O recall do “Rock’n Play Sleeper” também foi solicitado pela Associação Americana de Pediatria.

Em comunicado publicado em seu site, a empresa pede que todos os consumidores que tenham comprado o produto no mundo entrem em contato com a empresa para obter reembolso.

View image on Twitter

Fisher-Price®  @FisherPrice

Putting safety first, in partnership with the CPSC, Fisher-Price issued a voluntary recall of our Rock ‘n Play Sleepers. All product use should be discontinued. Learn more at http://fisher-price.com/sleepsafety

Crédito: Portal do G1 – disponível na internet 15/04/2019     
———————
 
Fisher-Price recolherá cadeiras de balanço após morte de bebês
Consumidores são orientados a parar de usar o produto imediatamente. No Brasil, Secretaria do Consumidor inicia investigação
Bebê em cadeirinha de balanço eletrônica da Fisher Price Foto: Reprodução
Bebê em cadeirinha de balanço eletrônica da Fisher Price Foto: Reprodução

A Fisher-Price anunciou o recolhimento de 4,7 milhões de cadeirinhas de balanço automáticas após morte de mais de 30 bebês desde que o produto foi lançado, em 2009. A cadeira, que pode ser programada para simular o movimento de ninar, estaria levando ao tombo das crianças, devido a uma instabilidade. O anúncio do recall foi feito na noite de sexta-feira, dia 12.

A Comissão Americana de Segurança de Produtos de Consumo (CPSC, sigla em inglês) alertou que consumidores que compraram qualquer modelo da “Fisher-Price Rock ‘n roll and Play sleeper” devem parar de usá-la imediatamente e contactar a empresa para reembolso.

No Brasil, o “Fisher Price Rock ‘n roll and Play sleeper” é disponível pela loja online Babytunes. São indicadas para uso de recém-nascidos.

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, já abriu investigação.

—  Caso a há fabricante tiver feito recall no exterior, mas não adotar a mesma política no Brasil, não estão descartadas medidas sancionatórias — diz Luciano Timm, titular da Senacon.

Consultado, o Inmetro informou que convidará a Fischer-Price para uma reunião a fim de obter informações sobre a eventual presença desses modelos no Brasil, além de colher mais dados sobre que procedimentos a empresa adotará no país, diante do risco identificado nos Estados Unidos. É que apesar de não ser regulamentado pelo instituto, o produto faz parte do escopo regulatório, explicou o órgão.

 

De acordo com a Associated Press, o recolhimento foi anunciado depois de uma semana que a Comissão alertou a população a não usar este tipo de balanço com crianças maiores de 3 meses, já que elas tem mais probabilidade de conseguirem rolar na cadeirinha.

O fundo destinado ao reembolso do produto pela Fisher Price cobre em torno de 4,7 milhões das cadeirinhas, que custam entre U$40 e U$ 149 (R$155 e R$577, respectivamente).

As cadeirinhas de balanço possuem um cinto de segurança que prendea cintura e pernas do bebê. Diversos produtos similares, inclusive da própria Fisher-Price, têm uma haste por cima do produto, que poderia ajudar a impedir que o bebê caia, o que não ocorre neste modelo.

Crédito: O Globo com agências internacionais – disponível na internet 15/04/2019

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!