As mudanças no Inmetro

0
765

O Presidente Jair Messias Bolsonaro fez a coisa correta, incrível como em 12 meses essa diretoria do Inmetro que acaba de ser demitida destruiu uma estrutura de fiscalização no país construída a meio século, todos os IPEMs do Brasil foram completamente sucateados, serviço que deixou de chegar a população, setor produtivo competindo com a pirataria já que em 2019 mais de 400 fiscais dos órgãos estaduais foram demitidos, um verdadeiro salvo conduto para a fraude já que o corte nos repasses obrigatórios superaram 60% e a maioria das atividade esvaziadas para o setor privado.

Entendo que a desburocratização é necessária mas aí que temos que aumentar a vigilância, quando desburocratiza e retira a fiscalização, a população que abastece seu carro está sendo enganada na quantidade de combustível, o peso dos produtos da cesta básica como arroz, feijão , açúcar e outros estarão sendo comercializado com muito menos de 1kg, os brinquedos serão verdadeiras armas causando acidentes nas crianças com metais pesados e tantas outras que compete aos IPEMs a fiscalização por delegação exclusiva, estatal e compulsória do Inmetro.

No Amazonas as coisas só não ficaram pior porque nosso governador Wilson Lima diante do caos instalado pelo Inmetro, reuniu várias secretarias e fizemos ações integradas no interior do estado já que nossas estradas são rios.

Márcio André Oliveira Brito, Engenheiro e Metrologista, Diretor Presidente do Ipem / AMAZONAS. Representante da região norte no conselho gestor do Inmetro e Fundador e primeiro presidente do fórum dos IPEMs

A fiscalização não acontecia na sua completeza antigamente por ausência de laboratório que só foram possíveis com a construção das nossas unidades básicas fluviais de fiscalização e pesquisa, projeto também interrompido pela ex diretoria do Inmetro, deixando em 2019 brasileiros amazonense ribeirinhos entregues as práticas enganosas a mercê da própria sorte, enganados e sem direito de reclamar a ninguém.

Estou como diretor presidente do Ipem há 10 anos mas sou engenheiro e metrologista da casa há 22 anos, iniciei como estagiário e atualmente sou o decano dos presidentes da rede brasileira de metrologia e com propriedade posso afirmar que recebemos o novo presidente do Inmetro nomeado na última terça feira dia 18, o senhor Marcos Guerson Jr. com um grande sentimento de esperança, para realmente fazer concretizar a política do presidente Bolsonaro de mais Brasil e menos Brasília, pois o fortalecimento dos IPEMs representa a garantia de uma concorrência justa no país e o avanço no setor industrial, comércio e serviço, eliminando a fraude e regulando o mercado.

Crédito:Márcio André Oliveira Brito/Diretor Presidente do Ipem Amazonas – 24/02/2020

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!