Governo anuncia bloqueio de R$ 5,7 bi no orçamento deste ano

0
61
Valor de bloqueios somados no ano inteiro já chegam a R$ 15,4 bilhões. Bloqueio deve incidir sobre despesas discricionárias de órgãos.

O Ministério da Economia anunciou nesta terça-feira (22/11) um novo bloqueio no orçamento de 2022, de R$ 5,7 bilhões, durante entrevista coletiva do ministro Paulo Guedes.

A equipe do chefe da pasta ressaltou que o bloqueio se refere a despesas discricionárias, ou seja, que não são obrigatórias.

Segundo ele, os fatores que mais influenciaram na opção pelo corte foram o aumento das despesas com a previdência (R$ 2,3 bilhões) e com a Lei Paulo Gustavo (R$ 3,8 bilhões).

O objetivo do bloqueio, de acordo com o Governo Federal, é cumprir o teto de gastos. Durante a coletiva, o ministro reiterou a importância da responsabilidade fiscal e disse que país esteve “em guerra” nos últimos anos, referindo-se à crise enfrentada pelo país durante a pandemia de covid-19.

“Nós estávamos em uma guerra, nós vencemos essa guerra e não vamos aceitar o discurso de que não houve responsabilidade fiscal”, ressaltou.

Primeiro superávit em 7 anos

O Ministério da Economia também divulgou hoje o primeiro superávit primário após oito anos, de 0,4%, que poderia ser de 0,65%, não fosse o acordo sobre controle do Aeroporto do Campo de Marte, em São Paulo.

Crédito: Raphael Pati, estagiário sob supervisão de Thays Martins – @ disponível na internet 23/11/2022

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.