Home Destaques Maiores setores do Executivo firmaram acordo com governo 

Maiores setores do Executivo firmaram acordo com governo 

1
209
@reprodução internet / Luiz Silveira-CNJ

Nessa segunda, 17, a Condsef/Fenadsef celebrou acordo com governo que vai contemplar cerca de 345 mil servidores do PGPE, CPST e planos correlatos, entre ativos, aposentados e pensionistas. A proposta prevê reajuste de 9% a partir de janeiro de 2025 e de 5% a partir de abril de 2026. Para os níveis superior e intermediário, também está previsto, em 2025 e 2026, um aumento nos steps de progressão e promoção funcional. 

Os percentuais serão aplicados na remuneração total desses servidores, o que implica na aplicação dos índices acordados também nas gratificações. 

Para a Condsef/Fenadsef ainda que não tenha sido o acordo almejado esse foi o acordo possível dentro da atual conjuntura política e econômica. A entidade reforça que o processo em busca das perdas inflacionárias do setor público vai continuar.

Inclusive, o secretário de Relações do Trabalho, José Lopez Feijóo, declarou que o governo segue com disposição para discutir a reestruturação das carreiras dentro de diretrizes que já vem sendo debatidas também junto aos representantes dos servidores. 


Acesse os acordos assinados do PGPE, CPST e planos correlatos

Proposta alcança cerca de 345 servidores entre ativos aposentados e pensionistas e prevê reajuste de 9% a partir de jan/25 e 5% a partir de abr/26. Aumento em steps de progressão e promoção funcional também está previsto
 

Estão disponíveis em nosso site a íntegra dos acordos firmados nessa segunda-feira, 17, no Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) que contempla cerca de 
345 mil servidores do PGPE, CPST e planos correlatos, entre ativos, aposentados e pensionistas. Vale destacar que aposentados e pensionistas representam a maioria que será atendida pelo acordo. 

A proposta prevê reajuste de 9% a partir de janeiro de 2025 e de 5% a partir de abril de 2026. Para os níveis superior e intermediário, também está previsto, em 2025 e 2026, um aumento nos steps de progressão e promoção funcional. 

Os percentuais serão aplicados na remuneração total, o que significa que os índices acordados também recaem sobre as gratificações. Os percentuais são os mesmos para os níveis superior, intermediário e auxiliar.

Entre os planos correlatos contemplados estão Cultura, Embratur, Fazenda, PCC, Ex-territórios, Imprensa Nacional, Suframa e Anistiados. 

Reestruturação de carreiras e recomposição de perdas inflacionárias seguem em debate

Para a Condsef/Fenadsef ainda que não tenha sido o acordo almejado esse foi o acordo possível dentro da atual conjuntura política e econômica. A entidade reforça que o processo em busca das perdas inflacionárias do setor público vai continuar.

Inclusive, o secretário de Relações do Trabalho, José Lopez Feijóo, declarou que o governo segue com disposição para discutir a reestruturação das carreiras dentro de diretrizes que já vem sendo debatidas também junto aos representantes dos servidores. 

Pelos cálculos estimados, os acordos firmados devem representar uma média de 10% de ganho real no periodo compreendido entre 2023 e 2026.

Condsef/Fenadsef 21/6/2024

1 Comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!