Gestão participa de audiência pública sobre importância das unidades de pesquisa de ciência, tecnologia e inovação

0
45
Dep REIMONT preside a audiência pública na Câmara dos Deputados.

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) participou, nesta quarta-feira (03/7), na Câmara dos Deputados, de audiência pública para discutir a importância das unidades de pesquisa de ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento do Brasil. A reunião contou com a participação do secretário de Gestão e Inovação (Seges) da pasta, Roberto Pojo.

Também estiveram presentes na ocasião, entre outros especialistas, Isa Assef dos Santos, subsecretária de Unidades de Pesquisa e Organização Social do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e Márcio Portes de Albuquerque, representante das unidades de pesquisas do MCTI e diretor do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF).

Durante a audiência, o secretário Roberto Pojo falou das perspectivas do Ministério da Gestão em relação à inovação e à reconstrução do Estado. “Do ponto de vista do MGI, acreditamos muito na inovação, no sentido de que precisamos fazer diferente. O que fizemos no passado não garantirá nosso futuro, então estamos comprometidos com essa missão. O presidente Lula escolheu “União e Reconstrução” como lema de seu governo, e a parte da reconstrução não é retórica”, disse.

Pojo complementou enfatizando que é necessário inovar e agir para garantir um futuro melhor. “Felizmente, temos um governo disposto a reconstruir […]. A ministra Esther frequentemente menciona o aumento da capacidade estatal como função principal do MGI. Ou seja, aumentar nossa capacidade de entregar serviços públicos ao cidadão nas três esferas. Nesse sentido, o ministério trabalha para aproximar estados e municípios, disseminando e fortalecendo essa capacidade estatal”, avaliou.

O secretário também falou sobre a Comissão de Especialistas do Decreto-Lei 200, que irá debater nova legislação sobre a organização da Administração Pública, e destacou a necessidade de estudar novos arranjos institucionais para aumentar o potencial de organizações como as unidades de pesquisa do MCTI. “Esse é um dos caminhos que a gente tem, estruturante, de repensar o modelo e achar o mais adequado para o atendimento das necessidades do país no que diz respeito ao desenvolvimento de ciência, pesquisa e inovação”, afirmou.

A audiência contou com a presença de deputados e deputadas, foi transmitida pelo canal do YouTube da Câmara dos Deputados 

Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos 6/7/2024

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!