26,24%: “Questionamentos sobre sinistralidade e falhas no atendimento das Unimed’s levam a pedido de reavaliação do reajuste

6
3371

Duque de Caxias, 14 de junho de 2024                          020-2024-OF-ASMETRO-PR 

Claudio Póvoa – Presidência do IBBCA -Administradora de Benefícios

Assunto: Insatisfação e Perplexidade com Reajuste Contratual de 26,24%

Senhor presidente,

Em julho próximo, completaremos mais um ano de relacionamento comercial, ocasião na qual se faz necessário o realinhamento dos valores das mensalidades. Considerando que, no período de março/2023 a fevereiro/2024, a sinistralidade – relação custo médico/receita – se manteve acima de 70%, limite estabelecido em contrato, apresentando índice de 74,90%, faz-se necessário o reequilíbrio técnico e financeiro de nossos contratos que ocorre anualmente no mês de julho.

No entanto, gostaríamos de manifestar nossa insatisfação e perplexidade diante da situação apresentada:

  1. Sinistralidade Apontada:
    • Questionamos como a sinistralidade foi apontada em 74,90% considerando que a FERJ assumiu nossa carteira apenas em abril de 2024. Acreditamos que essa informação necessita de uma revisão detalhada e transparente.
  1. Operação da FERJ:
    • Há estados onde ainda não há atendimento, o que compromete a qualidade do serviço prestado aos nossos usuários. Isso precisa ser resolvido urgentemente.
  1. Cumprimento das Obrigações Financeiras:
    • Gostaríamos de destacar que, apesar das falhas no atendimento por parte da Unimed Rio, todas as obrigações financeiras por parte dos usuários permaneceram rigorosamente em dia.

Diante deste cenário, entendemos que a aplicação do reajuste anual seria prejudicial e injusta para os usuários, que já foram impactados pela falta de atendimento adequado. Dessa forma, reiteramos a solicitação de não aplicação de reajuste no contrato, de modo a não onerar ainda mais os beneficiários do plano de saúde, que têm cumprido com suas responsabilidades financeiras e esperam um atendimento condizente com o contratado.

Cronologia dos Eventos:

  • 11/6/2024: Resposta da Ouvidoria da ANS às reclamações do Asmetro-SI.
  • 30/4/2024: Reclamação protocolada na ANS pelo Asmetro-SI cobrando providências sobre a transferência de beneficiários da Unimed Rio para a Unimed FERJ.
  • 23/5/2024: Carta de reajuste do contrato 13153 enviada pela Unimed FERJ ao IBBCA
  • 20/5/2024: Solicitação do Asmetro-SI para a não aplicação do reajuste anual do contrato de plano de saúde da Unimed.
  1. Link para resposta da Ouvidoria da ANS ao ofício de 30/04/2024: Resposta da Ouvidoria da ANS
  2. Link para solicitação de não aplicação do reajuste anual: Solicitação de Não Aplicação de Reajuste
  3. Link para reclamação na ANS: Reclamação na ANS
  4. Link para comunicado da ANS: Comunicado da ANS
  5. Link para comunicado do IBBCA: Comunicado do IBBCA
  6. Email do IBBCA ao Asmetro-SI sobre o reajuste do contrato

Solicitamos uma resposta urgente e uma reunião para discutir as questões levantadas e buscar uma solução que seja justa para todas as partes envolvidas.

Atenciosamente,

Sérgio Ballerini – Presidente do Asmetro-SI

OF 020

Carta de Reajuste – IBBCA Asmetro – Código 15153 – Julho-2024 – Copia

 

6 Comentários

  1. É imossível se manter num Plano de Saúde cuja administradora não tem consideração por seus assegurados. Não bastasse a paulatina redução dos postos de atendimento, nos vem um aumento abusivo que acendeu o alerta máximo de que não é mais possível confiar nem continuar.

  2. Se todos os funcionários públicos se desligassem desses planos de exploração médico, acredito que o governo já teria corrigido esses índices ou arranjado um plano médico ou desse um subsídio que melhorasse a procura de um plano médico decente para os aposentados e pensionistas.

  3. Infelizmente o governo abandonou a fiscalização dos planos Jurídicos. Não existe um aumento igual ao aplicado pela Unimed em nenhum outro setor. Ficando inviável manter. O SUS válido é os planos abandonados( pessoa jurídica), a população está lançada a própria sorte.

  4. Meses sem atendimento, ficamos à mercê de consultas particulares e querem aumentar valor da mensalidade!!! Basta. A ANS. tem que assumir a responsabilidade de não aumento

  5. Tiraram a minha fatura com vencimento em 05.06.24..do débito automático e tb.nao enviaram pelo correio…até 0 mes 05 05.2024..tudo certo..porém observei que a fatura do mês 06.06.2024. Não chegava..tiraram do débito automático. Quando consegui a 2a via me foi colocado um valor me cobrando juros de algo que não foi ocasionado por mim..meu nome elena mendes goytacaz…e pelos numeros indicados atendentes virtuais. Que não atendem.

  6. Estou sem atendimento médico desde 23/02/2024. A UNIMED BH que antes atendia aos clientes da Unimed Rio, não atende mais. Salvo emergência. Por telefone não conseguimos falar. Fica uma musiquinha. No Whatsapp falam que estamos na fila de atendimento, mas nada acontece. Marquei uma consulta numa clínica aqui em Belo Horizonte para o dia 04 de julho, mais de 30 dias de espera. A atendente não me garantiu o atendimento, somente na hora do atendimento viu ter a confirmação. Tudo muito estranho. Pagando por um serviço que não está sendo realizado. Recorrer a quem? Tenho 30 anos de plano de saúde. 20 anos de Golden Cross que nos passou para a UNIMED Rio e agora fomos migrados para unimedferj mas atendimento até agora, não temos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome!